Logo Catnip CatUP

Garantia: catnip orgânico de Portugal

Totalmente orgânico e produzido com processo cuidados e especial para manter a cor e o aroma que seu gato tanto gosta!

Siga-nos
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Blogger Social Icon

Forte da Casa, Vila Franca de Xira

catniportugal@gmail.com

Tel: 216 073 706

Nunca ouviu falar de catnip? Viste a página com todas as questões sobre o que é catnip e também o nosso blog com dicas úteis para fazer o seu gato ainda mais feliz

Plantas venenosas para gatos: conheça a lista negra e aproveite para conhecer a lista branca [erva p


Os gatos são aventureiros e curiosos características próprias que os fazem únicos. Mas, infelizmente por serem assim, enfrentam perigos, um deles são as plantas venosas. No artigo anterior sobre a diferença entre erva para gatos e catnip destacamos os benefícios e diferenças entre erva para gato e catnip.

Vamos relembrar a importância da erva do gato que é diferente do catnip, mas é igualmente benéfica. De acordo com a Dra. Maria João da Fonseca diretora clínica do Hospital do Gato no artigo gatos e plantas da revista Cães & Companhia explica que “cada gato tem especificidades nos seus requisitos de fibra. É por isso importante que o gato tenha acesso a uma fonte natural de fibra e que a ingira consoante as suas necessidades. A erva, por vezes, faz o gato vomitar, mas esse é também um mecanismo natural que o gato instintivamente tem e que deve ser preservado. A ingestão de erva, como fonte de fibra que é, vai também facilitar a eliminação das bolas de pelo. É por estas razões, desejável que o seu gato coma erva. Mesmo que o gato tenha acesso à rua deve proporcionar-lhe esta fonte de fibra em casa, para evitar que ingira ervas no exterior que lhe podem ser nocivas”.

Assim, vamos indicar algumas plantas prejudiciais para os gatos:


Poinsétia, também designada pelos nomes de manhã de páscoa

No artigo quais são as plantas tóxicas para os gatos de Sara Veiga “muito típica no Natal, a flor poinsétia é uma planta que se torna venenosa para os gatos na sua totalidade. Se o animal comer ou trincar qualquer uma das suas partes, pode ficar afetado. O líquido no seu interior produz irritações na pele e olhos, coceira e bolhas, enquanto que se consumir a planta, o animal pode ter diarreia, vômito, dor abdominal e danos nas mucosas. O melhor é mantê-la fora do alcance do gato para não correr riscos”.

Lírios/lílio (Lilium)

Outra planta a ter em consideração são os lírios/lílio (lilium) “qualquer parte do lílio é tóxica, o caule, a flor e até mesmo o pólen. O gato não precisa de ingerir a planta para ficar intoxicado, basta cheirar. Os gatos intoxicados desenvolvem um quadro de insuficiência renal aguda, muitas ve­zes irreversível e mortal” Dra. Maria João da Fonseca, Hospital do Gato.

Tulipas (Narcissus)

A beleza tentadora as tulipas (Narcissus) é bastante prejudicial. “O bolbo destas flores contém toxinas que podem causar irritação gastrointestinal, salivação excessiva, perda de apetite, depressão do sistema nervoso central, convulsões e anormalidades cardíacas”. Fonte: Ronronar plantas venenosas perigosas para gato

Hortênsia (Hydrangea macrophylla)

Outra planta que destacamos por ser venenosa para o seu gato é a Hortênsia. De acordo com o Portal Brasileiro de Medicina Felina esta planta de nome científico Hydrangea macrophylla é tóxica porque provoca “alterações do sistema nervoso central, causando cianose (mucosas arroxeadas), convulsões, dor abdominal, flacidez muscular, letargia, vômitos e coma”.

Azálea (Rhododendron)

A azálea também é bastante perigosa, pois pode causar a morte do gato. “Da família das Rododendro contêm substâncias conhecidas como grayanotoxina, que pode provocar vómitos, híper salivação, diarreia, fraqueza e depressão do sistema nervoso central. Uma intoxicação grave com uma azálea pode levar ao coma, e à morte, devido a um colapso cardiovascular”. Fonte: Ronronar plantas venenosas perigosas para gato

Este artigo é apenas informativo. Se quer conhecer mais sobre as plantas tóxicas para os gatos ou se o seu gato precisar de apoio em situações de emergência, marque uma consulta no Hospital do Gato que funciona 24 horas por dia durante o ano todo, inclusive nos feriados e fins de semana.

Por isso, siga o conselho valioso da diretora clínica do Hospital do Gato Dra. Maria João Dinis da Fonseca “com exceção da erva de gato (catnip) e da erva para gato, o melhor é mesmo não ter plantas em casa ou certificar-se (...), pois nem sempre o instin­to é suficiente para proteger os nossos gatos”.